quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

   A Seleção 

“Não queria ser da realeza.
 Não queria ser Um. 
 Não queria nem tentar.”


                                                                         Sinopse:
 “Nem todas as garotas querem ser princesas. America Singer, por exemplo, tem uma vida perfeitamente razoável, e se pudesse mudar alguma coisa nela desejaria apenas ter um pouquinho mais de dinheiro e poder revelar seu namoro secreto. Um dia, America topa se inscrever na Seleção só para agradar a mãe, certa de que não será sorteada para participar da competição em que o príncipe escolherá sua futura esposa. Mas é claro que seu nome aparece na lista das Selecionada e depois disso sua vida nunca mais será a mesma... “

  No livro “A Seleção”, de Kiera Cass, a sociedade é dividida em castas, como sendo o que define a classe social de cada um. As castas são enumeradas de Um (a realeza) até Oito (os miseráveis). O concurso “A Seleção” é feito para que o príncipe Maxon escolha sua futura esposa. As 35 garotas selecionadas se mudam para o palácio a fim de conquistar o coração do futuro rei. America Singer, cantora de uma família de artistas, é da casta Cinco, sempre muito determinada e humilde, não se deixa influenciar pelos outros, é certa do que quer e de seus valores. Decide participar da Seleção somente para agradar sua mãe (e porque as famílias das selecionadas receberão uma recompensa), já que se sente muito feliz com seu namoro, mantido em segredo, com Aspen (da casta Seis). Quando ela se muda para o palácio por estar entre as Selecionadas, com o passar dos dias, seu coração começa a ficar dividido entre o antigo namoro e o príncipe. Para quem gosta de histórias de princesas (como eu), o livro é encantado! Tem o poder de te fazer esquecer até de comer para ler! Para quem não gosta muito, ainda assim a história do livro é bastante envolvente e cativante! A leitura vale muito a pena e, com certeza, os livros sequenciais também!

Um comentário:

  1. Muito boa a resenha, me fez querer ler o livro. Parabéns, continue assim.

    ResponderExcluir